PRECISANDO de um LOCUTOR para GRAVAR o Seu ANÚNCIO? Saiba mais

Tabela de conteúdo

Como escrever código de anúncios eficiente do AdSense sem precisar analisar ou repetir

Neste artigo vamos aprender um pouco sobre o conceito de escrita dos scripts do AdSense usados na hora de chamar anúncios locais em seu blog...

No artigo de hoje vamos falar de um dos assuntos mais procurados em toda a internet quando se trata de monetizar o seu site com as ferramentas do Google AdSense e, o blog Wallacefernandes.com.br conversa sobre diferentes assuntos.

Nosso site é focado em comunicação e, o mundo do áudio, mas, muitas das vezes saimos da caixinha e trazemos outros assuntos relevantes para quem procura solução. Vamos conferir este tópico?

anuncio-eficiente-do-google-adsense
Como escrever código de anúncios eficiente do AdSense sem precisar analisar ou repetir

O script ou código de anúncios do Google AdSense normalmente é assim. Ao instalar 4 anúncios, o código será escrito 4 vezes. É errado escrever código repetitivo? NÃO! É que é menos eficiente.

Sem mencionar que para usuários do Blogger/Blogspot o código precisa ser analisado antes de ser salvo. Então, como você escreve um bom script de anúncio do AdSense sem a necessidade de analisar ou repetir código? Leia atentamente e atentamente a explicação wallacefernandes.com.br abaixo:

<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<ins class="adsbygoogle"
     style="display:block"
     data-ad-client="ca-pub-xxxxxxxxxxxxx"
     data-ad-slot="xxxxxx"
     data-ad-format="auto"></ins>
<script>
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>

Como escrever código de anúncios eficiente do Google AdSense da forma mais eficiente?

Chamando anúncios externos.js Script

Para chamar os anúncios do Google AdSense, é necessário um script externo que esteja localizado em: </head> Você sabe, todos os scripts externos são simplesmente chamados DE UMA VEZ.

Então, ao instalar 4 anúncios, basta escrever uma vez o endereço desse script externo que fica localizado antes do </head> . É muito ineficiente e desperdiçador de tempo chamar o mesmo roteiro uma e outra vez.

https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js

Evitar a necessidade de analisar

<async> Os que criam códigos de erro quando não são analisados são aqueles que não foram fechados. Então é simples, adicione um pouco de escrita como esta, então não há necessidade de ser complicado para analisar:

O script externo acima pode ser substituído de outra forma que, ao mesmo tempo, traz à tona anti-AdBlock para que o navegador do visitante não elimine os anúncios que aparecem. Você pode ler como fazer isso no artigo Como instalar o script anti-adblock mais recente no Blogger

<script async="async" src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>

Escrever código HTML <ins>

<ins> é código HTML que serve como um construtor de unidades de anúncios (eu não acho o vocabulário certo). Se estiver armazenado no header, a unidade de anúncios do AdSense aparecerá no header.

Se for salvo no footer, sim aparecerá no footer. Me entende? Onde está armazenado, lá a unidade de anúncios aparecerá.

Diferenciá-lo do primeiro script externo. Ele está mantido dentro, não significa que o código vai aparecer lá. Mas por causa da boa posição do armazenamento externo de scripts de fato antes. <ins><ins></head></head><ins>

Então o código precisa ser escrito quantos anúncios você quiser que apareça. Se você colocar 4 anúncios, escreva 4 vezes em qualquer posição que quiser.

Escrevendo o script windows.adsbygoogle

Ele é amigo dele. Se for declarado 4 vezes, deve ser chamado 4 vezes. Significa escrita normal e geral assim: <ins><ins>windows.adsbygoogle

<script>(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});</script>
<script>(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});</script>
<script>(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});</script>
<script>(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});</script>

Tal escrita não é errada, mas faz uma surpresa porque não é limpa e repetida continuamente. O código pode ser simplificado assim. Ah sim, salve antes / acima do: </body>

Veja né? Foi preciso apenas algumas linhas de código para substituir esse loop muito ineficiente e atraente. O script acima chama automaticamente o que diz. windows.adsbygoogle<ins>

<script> //<![CDATA[
  for (var ads = document.querySelectorAll('ins.adsbygoogle'), i=0; i<ads.length; i++){
    if (ads[i]) {
      (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
    }
  }
//]] </script>

Exemplos de escrever código completo em blogs

Eu colocaria 3 unidades de anúncios. Então a estrutura correta de escrita dentro do blog seria assim:

<html>
  <head>
    <title>Título do Blog</title>
    <script async="async" src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
  </head>
  <body>
    <div class="header">
    <ins class="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-xxxxxxxxxxxxx" data-ad-slot="xxxxxx" data-ad-format="auto"></ins>
    </div>
    <div class="navbar">
      .....
      <!-- o conteúdo do navbar blablabla -->
    </div>
    <div class="post-body">
      .....
      <!-- o conteúdo do navbar blablabla -->
    </div>
    <div class="sidebar">
    <ins class="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-xxxxxxxxxxxxx" data-ad-slot="xxxxxx" data-ad-format="auto"></ins>
    </div>
    <div class="footer">
    <ins class="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-xxxxxxxxxxxxx" data-ad-slot="xxxxxx" data-ad-format="auto"></ins>
    </div>
    <script> //<![CDATA[
      for (var ads = document.querySelectorAll('ins.adsbygoogle'), i=0; i<ads.length; i++){
        if (ads[i]) {
          (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
        }
      }
    //]] </script>
  </body>
</html>
Por que a escrita é tão fragmentária, e o original foi todo fundido?

Só expliquei a escrita correta e colocação do roteiro, pragmaticamente de acordo com o conhecimento que aprendi.

Então o código padrão do AdSense está errado? Sim, não. Se estiver errado, o anúncio não aparecerá. Talvez o AdSense não queira complicar o editor escrevendo todo o código de uma vez em um só lugar. Tudo bem, mas não há nada de errado em tentar o método acima para que a estrutura do blog não desmorone.

Vantagens

As vantagens obtidas são: quando você quer instalar uma nova unidade de anúncio, você só tem que anotá-lo porque outros códigos foram declarados. Mais curto e mais fácil, certo? Descarte o externo. adsbygoogle.jswindows.adsbygoogle

<ins class="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-xxxxxxxxxxxxx" data-ad-slot="xxxxxx" data-ad-format="auto"></ins>

É seguro? SIM! SEGURO! Isso não viola nenhuma disposição. Você não deveria editar o script do AdSense? Não está editando scripts dentro do adsbygoogle.js, adicionando certos scripts que direcionam os visitantes para cliques de anúncios e outras formas de trapaça. Se é assim, não importa.

Lembre-se que sim, não há maneira errada. O que existe é menos eficiente. E este tutorial de Como escrever código de anúncios eficiente do AdSense sem precisar analisar ou repetir, é uma maneira de torná-lo melhor.

Radialista formado, ator, locutor, e produtor de audio. Já são mais de 15 anos de experiência na área da comunicação. Saiba mais

Postar um comentário

O site mantém sistema de comentários na maioria dos artigos para estimular a troca democrática de informações e aprofundar a discussão sobre assuntos que frequentam o blog. Saiba Mais